Sul da Bahia perdeu um grande jornalista

O sul da Bahia perdeu, nesta terça-feira, o jornalista Tyrone Perrucho, que estava internado no Hospital São José, em Ilhéus, desde 16 de novembro. Ele já havia vencido um câncer, mas não conseguiu resistir ao coronavirus. Entubado por 15 dias na UTI, Tyrone faleceu no início da manhã.

Músico e jornalista, ele fundou o jornal Tabu, em Canavieiras, que foi mantido por 50 anos, algo raro na Bahia. O jornal mais antigo ainda em circulação no sul da Bahia é o A Região, que tem apenas 33 anos. Bem humorado, Tyrone chegou a trocar mensagens com os amigos dizendo que "ia desmoralizar a doença".

Um de seus amigos mais próximos, o também jornalista Walmir Rosário, escreveu: "nosso amigo Tyrone Carlos de Carvalho Perrucho deixa órfãos todos os seus amigos. Desta vez, para sempre e sem direito a manchete de sua morte em o Tabu, feita por ele mesmo".

"Choramos muito, mas devemos homenageá-lo com alegria, como costume na sua vida", completou Rosário.

18:56  |  


Muito esforço foi feito para produzir estas notícias. Faça uma doação para repor nossas energias. Qualquer valor é bem vindo.