a regiao
booked.net
claudio humberto
13.Agosto.2022

Nenhuma pesquisa acertou ‘previsões’ em 2018

Nem um único levantamento eleitoral conseguiu prever o resultado do primeiro turno das eleições presidenciais de 2018. A vitória do presidente Jair Bolsonaro com 46,03% dos votos totais não passou perto de ser registrada pelos diversos especialistas até mesmo no dia antes da eleição. O Ibope, por exemplo, divulgado na noite de 6 de outubro, véspera da eleição, errou por dez pontos: apontava Bolsonaro com 36% dos votos. O Ibope acabou fechando as portas meses depois.


100% de erro

Todas as 97 pesquisas sobre do primeiro turno da eleição de 2018 erraram o resultado da eleição. Alegaram “retrato do momento”, claro. O Datafolha também divulgou pesquisa com 19 mil eleitores na véspera em 2018. Errou a votação do vencedor de Bolsonaro por dez pontos.


Alô, mercado

O “plano de governo” Lula (PT) promete aumentar despesas da administração pública revogando o teto de gastos federais, criado no governo Temer para limitar despesas e reduzir o endividamento público.


Haja paciência

A partir do próximo dia 26, ouvintes e telespectadores terão de aturar, todo santo dia, políticos mentindo e prometendo o impossível em comerciais que somam 70 minutos e mais dois blocos de 25 minutos.


Distúrbio

A pelegada petroleira mostrou outra vez que o importante é bater abaixo da linha de cintura. Após atacar os preços altos dos combustíveis, agora critica a queda dos preços; seja pelo ICMS ou por decisão da Petrobras.


Lorotas sobre ICMS

Há secretários da Fazenda mentindo ao ministro Gilmar Mendes sobre ICMS. Sonhavam repetir em 2022 a receita espetacular de 2021, quando os combustíveis foram às alturas, a Pebrobras lucrou como nunca (R$106,4 bilhões) e os Estados se empanturraram de dinheiro.


Melhora boa

A Febraban fez previsões excelentes para a economia brasileira com alta de 2,5% no PIB e desemprego a 8,5%. A inflação de 2022 inteiro deve ficar em 7%, menos que os 7,5% que a Argentina registrou só em julho.


Devagar quase parando

O pessoal do TSE perdeu tanto tempo fazendo discursos políticos que esqueceu de julgar as contas de campanhas de 2018. Quatro anos depois, só agora mandou o PDT de Ciro Gomes de 2018 “devolver” R$395 mil. Que serão sacados, claro, do indecoroso fundão eleitoral.


Vergonha, TCU

A condenação de investigadores da Lava Jato cobre de vergonha o Tribunal de Contas da União (TCU), até pelas alegações claramente falsas, contrariando 14 recomendações de procuradores e auditores.


Ladrões impunes

O ex-juiz Sérgio Moro cobrou “falsos garantistas e pseudo democratas” diante da condenação de Deltan Dallagnol e Rodrigo Janot pelo TCU. “Impunidade só vale para verdadeiros corruptos, não é?”, indagou.


Player mundial

O ministro Adolfo Sachsida (MME) considera o Brasil um “porto seguro” para investidores internacionais. “Iremos terminar o ano com inflação abaixo de 7%. EUA, Inglaterra e Alemanha terão inflação acima de 8%”.


Papo vencido

O tal “tempo de TV” virou tema entre entusiastas da velha política que exaltam a liderança de Lula, com 27% do tempo disponível contra 22% de Bolsonaro, que venceu em 2018 com 8 segundos na TV.


Dados desmentem ‘fake news’ sobre indígenas

O governo chegou a ser acusado de “genocídio” por suposta negligência aos indígenas, mas dados oficiais revelam que para combater os efeitos da pandemia da covid foram criadas pelo menos 300 barreiras sanitárias para proibir entrada de não-indígenas nas aldeias, além da entrega de 38 mil toneladas de alimentos pela Funai para reduzir a necessidade de os índios saírem das reservas. O Brasil deu show, vacinando mais de 92% e imunizando 87% da população.


Conveniência é tudo

O ex-condenado Lula elogiou a atuação do SUS no combate à pandemia, causada pelo vírus que ele deu “graças a Deus” por ter sido criado. Mas essa parte ele decidiu não incluir no discurso.


Lula fazia reuniões com Petrobras

“Ameaça de interferência” de Jair Bolsonaro na Petrobras tem inspirado manchetes indignadas jamais vistas nos anos de Lula na chefia do governo. O ex-senador petista Delcídio Amaral revelou esta semana que Lula inaugurou reuniões periódicas com a diretoria da Petrobras, no período em que a estatal era vitima do assalto descoberto depois pela Operação Lava Jato. Ex-diretor da estatal no governo FHC, Delcídio disse nunca ter participado de reunião com o então presidente.


Alô, Lava Jato

“Com o PT, o presidente se reunia com a diretoria inteira” revelou Delcídio ao programa Pânico, sem chamar atenção das autoridades. O TCU cobrou de Renato Duque, diretor nomeado por Lula, devolução de R$975 milhões. O gerente Pedro Barusco devolveu R$180 milhões.



:: Poder sem pudor


Juiz desobediente

O ex-deputado, ex-presidente do Parlatino e procurador Ney Lopes (RN) certa vez contou a um grupo de juízes federais um fato que testemunhou no início da carreira. Ele havia chegado a Alexandria e foi logo chamado pra uma conversa com o chefe político local.

“Você conhece essa coisa de Justiça? Não estou gostando do juiz daqui.” Ney ficou itrigado: “Por que? Há denúncias contra o seu comportamento moral?” O coronel esclareceu: “Não é isso, é que ele tem dado sentenças sem falar comigo...”


# Coluna do jornalista Cláudio Humberto, do Diário do Poder

Muito esforço foi feito para produzir estas notícias. Faça uma doação para repor nossas energias. Qualquer valor é bem vindo. Pode ser via Bradesco, ag 0239, cc 62.947-2, em nome de A Região Editora Ltda, ou pelos botões abaixo para cartão e recorrentes.

     


morena fm

 

#claudiohumberto #opiniao #brasilia #politica #claudio_humberto