a regiao
booked.net
malha fina

17.Abril.2021

Os milicianos de Rui

As milícias do MST espancavam e perseguiam assentados em Prado. Eles pediram ajuda ao ditador da Bahia, Rui Costa (PT) e foram ignorados. Apelaram a Bolsonaro e ele mandou a Força Nacional para proteger as famílias.

Quem é o genocida?

O que fez Rui? Entrou com um pedido no STF para proibir a FN em Prado e o ministro Fachin acatou. É o mesmo que proibiu a polícia de entrar em favelas. A ação criminosa de Rui e Fachin deixou as famílias reféns do terror do MST.

Até que faz sentido

Prefeituras baianas reclamam de frascos de vacina com doses 20% a menos. Eles jogam a culpa no laboratório. O laboratório diz que as prefeituras aplicam errado. A gente só lembra que o governo é do PT, aquele das comissões...

Não foi um deles

jabes ribeiro Um dos participantes do jantar em Salvador onde se discutiu o secretário-geral do PP, Jabes Ribeiro, como nome de consenso de PT, PP e PSD para governador, ligou querendo saber quem contou. Só dizemos que tava em outra mesa.

Senado é problema

A ideia do grupo é lançar Jabes Ribeiro a governador como sacrifício para perder pra ACM Neto, mantendo a unidade dos partidos da base aliada com um nome que é bem aceito e tem trânsito nos três. O problema ainda é o Senado.

Leão não aceita vice

Um assessor revela que Otto não aceita ceder sua reeleição e isso vira problema, pois João Leão não aceita ser vice de novo, ainda mais com previsão de derrota. O filho Cacá até faz campanha para João ser governador, mas é só teatro.

Divisão "igualitária"

A intenção é que saia para o Senado, deixando Otto e Rui Costa sem outro caminho a não ser candidatura a deputado federal. O argumento é que PSD e PT já têm um senador cada, faltando um do PP. Seria a hora do "Leão beber água".

Fracasso no Lacempressa

O Estado divulgou, como se fosse grande conquista, que o Lacen passou 1 milhão de testes de Covid-19. Na verdade é a marca do fracasso. Depois de mais de um ano, o estado não conseguiu (ou não quis) testar nem 10% da população.

O "genocídio" de Rui

A testagem em massa é essencial para detectar o infectado que não sabe e espalha o virus. Quem teve sucesso testou em massa, isolou só infectados, manteve tudo aberto e hoje têm poucos casos e mortes. A Bahia já matou + de 17 mil.

Duas comunicações?

A reforma administrativa de Ilhéus é esquisita. Por que o gabinete do prefeito precisa de assessoria de comunicação separada da comunicação da Prefeitura? É o que está no projeto, que parece feito sob medida para criar muitas tetas.

Vai faltar mesa

O supersecretário da Casa Civil vai ser o Cacique dos Caciques. Ele vai mandar na comunicação, que tem vários cargos com funções 100% iguais mas nomes diferentes. Cada mesa é um cargo. Tem divisão e setor de jornalismo...

O reino dos aspones

Tem chefe de divisão e de setor de imprensa; e de publicidade. Coordenador de reportagem fotográfica, chefe do setor de midias, coordenador de produção, chefe de comunicação de relações institucionais. Chefes de si mesmos.

Churrasco sem carne

O ditador da Bahia atira para todo lado, sem ter a menor ideia do que faz. Liberou eventos com 50 pessoas, mas não academia com 20. Autoriza bar e restaurante, mas proíbe a venda de bebidas. É como posto sem vender gasolina.

A volta do que não foi

gelado limoes Estava demorando... O finado Gelado Limões voltou a soltar notas em blogs amigos dizendo que vai "assumir o comando da CAR". Ele passou os últimos 6 anos divulgando que assumiria "um importante cargo no estado". Sei...

Alma penada estadual

Sem votos, amigos nem prestígio, Gelado é detestado pelo ditador da Bahia Rui Costa. Apesar de ser do mesmo PT, Gelado "não aceitou" Rui para governador quando Wagner anunciou. Depois disso, virou um fantasma de corredor.

Expulso do baile

Gelado tenta arrumar uma teta no governo como cota de sua facção no PT. Mas Rui exige que ela aponte outro, que tenha votos. Um assessor diz que Gelado não será nem porteiro. "Mais fácil ele conseguir emprego com ACM Neto".

Infiltrado no Base

Continua o mistério para saber quem negociou e o que negociou para deixar Mané 100, operador de Cuma, manter uma invasão ilegal no Hospital de Base, onde sua lanchonete usa espaço, luz e água da entidade. E guarda o carro lá.

Braço longo e gordo

Outro mistério a ser resolvido é com quem Merilice, braço direito e gordo de Cuma, negociou para manter seu filho recebendo salário da Prefeitura através de uma laranja. A gente estava crente que esse pessoal ia ser varrido da casa.

A última esperança

Cada vez mais desimportante, o PT na Bahia tem esperança de fazer deputados, já que vai perder o estado e o senado será de outro aliado. O problema é que o apoio de prefeitos é essencial para eleger deputados e o PT de hoje só tem 31.

Morto em duas grandes

Em Itabuna e Ilhéus, por exemplo, a tendência é de Augusto e Marão apoiarem candidatos do PSD de Otto, que tem mais de 100 prefeitos. Nas duas cidades o PT não existe e é menor que o PP, em especial na Ilhéus de Jabes Ribeiro.

Balão esvaziado

A situação também é ruim para o PT nas outras grandes cidades: Salvador, Conquista e Feira, dominadas pelo DEM e MDB. O PT encolheu de 93 prefeitos em 2014 para 32 em 2018 e tudo indica que vai encolher ainda mais em 2022.

Sofrendo de naninmo

Sem Salvador, Conquista, Feira, Itabuna e Ilhéus, será difícil reeleger os 10 estaduais e 8 federais, até porque eles vêm passando em branco. Quem pode ganhar força é Augusto e Marão, se os candidatos que eles apoiarem forem eleitos.

Independência ou morte

As prefeituras de Itabuna e de Ilhéus deviam romper os grilhões do estado e tomar suas decisões, fazendo as únicas coisas que baixam internações: testagem em massa, isolamento de assintomáticos e tratamento imediato da Covid.

17 mil argumentos

Seguindo a porralouquice de Rui, eles só ajudam a amontoar mais mortos, vítimas do negacionismo de tratamento e da preguiça em fazer testagem em massa e monitorar assintomáticos em casa. "Fechar tudo" é coisa de preguiçoso.

Síndrome de Bambi

A tentativa de copiar partidos da esquerda mofada, lançando o "Democratas Diversidade", pode custar caro a ACM Neto. Nesta semana ele já foi ironizado pelo colega Alexandre Aleluia, dizendo que "isso está a cara do Psol". Mesmo.

Politicamente besta

Uma baixa já apareceu, a do deputado federal Sóstenes Cavalcante (RJ), inconformado com o desvio para a esquerda. Ele não aceita o "novo perfil". Na tentativa de ser politicamente correto, Neto pode terminar politicamente ferido.


Muito esforço foi feito para produzir estas notícias. Faça uma doação para repor nossas energias. Qualquer valor é bem vindo.

     


morena fm 98