Ricos terão vantagem nas eleições

O Tribunal Superior Eleitoral publicou uma resolução que permite aos candidatos financiar 100% de suas próprias campanhas. A medida pode ser confirmada ou anulada até 5 de março, data limite para as regras definitivas.

Caso seja mantida, criará uma desigualdade entre candidatos ricos e os outros, já que alguém com muito dinheiro pode investir o total permitido em sua campanha, enquanto os outros dependerão de doações de pessoas físicas e do fundo partidário.

Um rico que queira disputar a Câmara dos Deputados, por exemplo, poderá gastar R$ 2,5 milhões, que é o teto permitido. Isto porque os atuais deputados decalararam patrimônio médio neste valor.

Em 2018, o limite de gasto por cargo começa em R$ 1 milhão (para candidatos a deputado estadual ou distrital) e chega a R$ 70 milhões no caso dos candidatos à Presidência da República.

22:51   |