Judoca de Itabuna vai a mundial sem apoio

Convocado pela Confederação Brasileira de Judô para defender o Brasil no Mundial de Judô, o itabunense Paulo Ricardo, conhecido como Soldado PM Alves no Esquadrão de Cavalaria da Polícia Militar, é líder do ranking brasileiro de judô e considerado o melhor do Brasil em sua categoria e peso.

Mesmo assim, Alves não conseguiu apoio da Prefeitura de Itabuna, sequer para as passagens aéreas. Paulo embarcou nesta segunda-feira para Lisboa, em Portugal, local da competição. Ele deve cumprir quarentena até o dia da luta, 22 de outubro e está confiante.

“Sou estreante em competições mundiais, mas sinto que estou em uma ótima fase, me sinto confiante e como se esse título me chamasse de alguma forma. Vou dar o meu melhor e quero trazer esse título para nosso Brasil”, relata o judoca, que está "com sede de medalha".

Paulo compõe a Seleção Brasileira de Judô Master e é o primeiro baiano de sua categoria convocado para uma competição mundial. Sem o apoio da Secretaria de Esportes local o atleta conta com a ajuda de alguns patrocínios, como o da banca Bola na Rede Apostas Esportivas, amigos e familiares para arcar com os custos da viagem.

23:08  |  


Muito esforço foi feito para produzir estas notícias. Faça uma doação para repor nossas energias. Qualquer valor é bem vindo. Pode ser via Bradesco, ag 0239, cc 62.947-2, em nome de A Região Editora Ltda, ou pelos botões abaixo para cartão e recorrentes.

     


morena fm