Augusto despreza acordo e aumenta ISS

Depois de se comprometer a não sancionar a lei que aumentou os impostos em Itabuna antes de se reunir com os empresários locais na próxima segunda-feira, o prefeito Augusto Castro esqueceu seu compromisso. Ele sancionou nesta sexta a Lei 2.560, que aumenta em 50% o ISS de vários segmentos.

O aumento, válido para 10 categorias de atividade empresarial, foi de 2% para 3% e algumas passarão a pagar 5%. "Imagine sua conta de luz passar de R$ 400 para R$ 600 de um dia para o outro. Foi isso que o prefeito fez com quem paga impostos e ajuda a manter a cidade, os empresários," exemplifica um lojista.

O comércio reclama que ficou mais de 9 meses fechado, sem funcionar, por imposição do governador Rui Costa e do então prefeito Fernando Gomes. Mesmo depois da reabertura, a maioria não conseguiu resgatar as perdas de 2020 nem reequilibrar as contas.

A Prefeitura não explica o aumento brutal no ISS, preferindo falar do aumento da isenção do IPTU, de quem pagava R$ 42 para quem pagaria R$ 100. Porém, são valores baixos que não compensavam o esforço e o gasto do município com a cobrança.

A diferença também será compensada por 9 núcleos da cidade que sofrerão aumento no IPTU. A Prefeitura pretende "reavaliar" todos os imóveis, aumentando o imposto dos que tiveram, por exemplo, melhorias. Não está claro qual os critérios para esta avaliação.

As taxas do município também serão aumentadas, com correção pelo IPCA, assim como a Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública (Cosip), debitada na conta de eneregia elétrica. O ITIV, que só beneficia os corretores de imóveis, foi reduzido de 3% para 2% pela Câmara.

21:08  |  


Muito esforço foi feito para produzir estas notícias. Faça uma doação para repor nossas energias. Qualquer valor é bem vindo. Pode ser via Bradesco, ag 0239, cc 62.947-2, em nome de A Região Editora Ltda, ou pelos botões abaixo para cartão e recorrentes.

     


morena fm