Sem PM, violência dispara em Itabuna

Enquanto a PM da Bahia se dedica a caçar cidadãos que estejam na rua durante o inconstitucional toque de recolher, os bandidos aproveitam a folga para voltar a aterrorizar os bairros. Itabuna viveu mais um fim de semana violento, que deixou uma menina morta.

Na Rua da Bananeira, no bairro Lomanto, a noite de domingo foi de muito pânico e desespero depois que um grupo de bandidos matou três pessoas a tiros, incluindo uma menina atingida dentro de casa, quando assistia televisão. Mikele de Jesus Santos, de apenas 6 anos, morreu instantaneamente.

A ação dos marginais visavam, e executaram, Taique Silva Rodrigues, vulgo “Rato”, de 21 anos; e Romerio Ferreira dos Santos, o “Nea”, de 40. Vizinhos contam que três bandidos chegaram em um carro e começaram a atirar contra as duas vítimas, que tentaram escapar, mas foram alcançados.

Segundo a polícia, que só chegou ao local bem depois que o tiroteio tinha terminado, os bandidos fazem parte da gang de Jack Bombom, que disputa território com a dos dois mortos. A polícia não confirmou se as duas vítimas são mesmo de uma facção criminosa nem se tinham passagem pela delegacia.

A falta de ação da PM contra os bandidos, priorizando a caça a quem desobedece o toque de recolher, tem deixado a bandidagem confortável para agir. Na sexta-feira, o bairro São Caetano já tinha sido palco de outro ataque, na feira-livre, onde dois homens foram executados e um foi ferido à bala.

15:29  |  


Muito esforço foi feito para produzir estas notícias. Faça uma doação para repor nossas energias. Qualquer valor é bem vindo.