Itabuna também suspendeu a Coronavac

A Secretaria Municipal de Saúde informa que também permanece suspensa em Itabuna a 2° dose da vacina Coronavac. O motivo é a falta de insumos para a fabricação desse imunizante no Instituto Butantan, em São Paulo, o que causa um desabastecimento em todo o país.

Em Itabuna, a Coronavac será destinada aos idosos entre 60 e 69 anos que precisam completar o esquema vacinal dentro do prazo de 28 dias. Com a falta do imunizante, as pessoas terão que esperar a chegada de novos lotes na Rede de Frio.

De acordo a coordenadora de Imunização, Camila Brito, o município precisa de seis mil doses da Coronavac para vacinar o grupo prioritário restante. “Já informamos à Comissão de Secretários Municipais de Saúde sobre a necessidade das vacinas”.

Ela explicou que aplicação da segunda dose deve respeitar o intervalo de cada fabricante, mas que o público alvo não precisa se preocupar, pois um período maior não compromete a imunidade das pessoas. O espaço de 28 dias é o mínimo, não o máximo.

17:31  |  


Muito esforço foi feito para produzir estas notícias. Faça uma doação para repor nossas energias. Qualquer valor é bem vindo.