a regiao
Find more about Weather in Itabuna, BZ
barragem
10.Fevereiro.2018

Barragem do Rio Colônia vai ser inaugurada

em 2 meses segundo o Governo do Estado, que nesta semana começou o fechamento de galerias e a realização dos testes de reservação de água. As duas providências fazem parte da etapa final das obras da Barragem do Rio Colônia, em Itapé, no sul da Bahia.

Executada pelo Governo do Estado, a barragem tem investimentos de R$ 109 milhões, a maior parte do Governo Federal, vai beneficiar mais de 350 mil moradores de Itabuna e cidades vizinhas, além de possibilitar a atração de novos empreendimentos.

Considerada importante também para normalizar a vazão do Rio Cachoeira, evitando enchentes, a barragem está com 97% dos trabalhos concluídos. Ela é fundamental para garantir o abastecimento de água em Itabuna.

A cidade enfrentou, nos últimos anos, uma das piores crises de abastecimento de sua história, durando 7 meses. A barragem poderá armazenar 62 milhões de metros cúbicos de água, segurados por uma estrutura de 195 metros de comprimento e 21,4 de altura.

Novo traçado

O empreendimento inclui a mudança do traçado da rodovia BA-120, que liga Itapé a Itajú do Colônia, a relocação das linhas de energia e a construção de casas para as famílias que hoje ocupam a área que será inundada para o espelho d’água.

Outra providência, já em execução, é a mitigação dos impactos ambientais. Mas a preocupação do trabalhador rural Antônio de Jesus Barbosa é mesmo com a seca. “Essa é uma obra importante pra toda a região, porque a gente não vai mais sofrer com a falta de água”.

Proposta ainda no início do século, pelo então prefeito Geraldo Simões, a construção da barragem, que dependia de verba federal, enfrentou o descaso dos presidentes Lula e Dilma. Só no governo de Michel Temer a verba foi liberada e o estado pôde iniciar a obra.